Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Carolina


Generalidades

Uma ave belíssima, a carolina é uma espécie de pato que vem conquistando a admiração de inúmeros produtores brasileiros. Atualmente, trava uma disputa cerrada com o pato-mandarim entre os animais mais comercializados em feiras e exposições de aves ornamentais. Ela é chamada também de pato-carolino. Cientificamente seu nome é Aix sponsa. No entanto, os brasileiros preferem tratar esta ave tão bonita de carolina. Originária da América do Norte, é um animal que possui cores vivas e um porte pequeno comparado ao do pato doméstico, chegando a medir apenas 50 centímetros de comprimento. Assim como o pato-mandarim, ela vem atraindo a atenção de muitos produtores através de suas características físicas e de sua criação simples, sem necessitar de técnicas de manejo muito avançado. A única exigência do animal é instalações que possuam pequenos lagos ou tanques de alvenaria para que possam nadar e tomar banhos. Para se ter uma idéia, com um espaço de 02 metros de largura por 05 de comprimento é possível abrigar um casal de carolina e sua eventual ninhada. É uma ave que alcança valores significativos no mercado destinado ao ornamento e garante aos produtores retornos rápidos de investimentos.  

Iniciando a criação comece escolhendo um local para as instalações onde tenha água de boa qualidade em sua proximidade e não haja barulho. Procure uma área longe de outras criações e certifique-se de que a região esteja livre de predadores, pois eles podem acabar com todo o plantel, dando prejuízos ao proprietário. Um pequeno abrigo deve ser construído dentro das instalações para evitar que as aves sofram com chuvas, ventos e sol forte. Cubra este abrigo com telhas de amianto e faça um ninho no canto utilizando tijolos e deve parecer o mais natural possível. Comedouros e bebedouros automáticos também devem ser colocados no interior dos abrigos. Quanto à aquisição das aves, o produtor poderá começar a criação com filhotes que são mais baratos ou com um casal já adulto. Entretanto, é sempre bom exigir o exame de sanidade das aves antes de adquiri-las, pois uma ave doente pode causar vários danos à propriedade e a outras espécies criadas nas proximidades. Em casa de adquirir aves ainda filhotes, as instalações devem ser preparadas em círculos de eucatex com piso de serragem branca, longe de tanques de água. Só poderão passar para os criatórios definitivos quando completarem quarenta dias de vida.           

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados