Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Paca


Sistema de produção

A paca é considerada uma excelente candidata à domesticação, sendo nativa dos bosques tropicais, desde o sul do México até o Brasil. Devido a alta qualidade de sua carne, os habitantes dessa faixa do continente americano vem tentando cria-las em cativeiro durante anos. Essas experiências demonstraram que, modificando o comportamento original durante as fases iniciais da sus vida, este se converte em um animal sociável, perdendo sua agressividade. Vivendo em grupos, em vez de pares podem-se aumentar as taxas de reprodução, tomando a criação uma atividade rentável.

Instalações

Para um grupo de três pacas, composto de um macho e duas fêmeas, a área deve medir 2m2 e deve ser cercada com tela tipo alambrado, medindo 1 ,50m de altura, com baldrame de blocos de concreto, com 0,60m de profundidade, para se evitarem as fugas.

Deverá haver um abrigo para cada animal, imitando seu habitat, sendo os mesmos de troncos ocos, tubos de concreto ou tocas de alvenaria.

Os comedouros deverão estar situados em locais devidamente protegidos por cobertura de sapé, folha de coqueiro, cimento, amianto etc. É necessário um tanque com rampa suave em pelo menos um de seus lados, para que os animais possam banhar-se.

Para a correta alimentação das pacas, deve-se considerar os seguintes fatores:

  • hábito do animal: noturno ou crepuscular; o localização e altura dos pontos de alimentação; 
  • tipo de comedouros; 
  • ração semelhante à da cutia, fornecida apenas à tarde, em quantidade quatro vezes maior;
  • apresentação do alimento: em pedaços, com casca, cru; 
  • avaliação das sobras, avaliando a quantidade a ser fornecida, apresentação equivocada, fatores sociais e reprodutivos; 
  • destinação correta das sobras, evitando o aparecimento de roedores; 
  • higiene do comedouro, com a remoção dos restos alimentares, evitando-se processos fermentativos; 
  • higiene do alimento, observando-se sua qualidade, acondicionamento e preparo; 
  • os comedouros, de cantos arredondados e superfícies lisas, devem estar instalados em locais iluminados, ventilados e secos.

Antes de colocar água para os animais, observe com atenção seus hábitos, pois há espécies que costumam banhar-se regularmente, necessitando de bebedouros em forma de tanque. Neste caso, é necessário que os tanques tenham água corrente ou que a água seja trocada freqüentemente.

Os bebedouros deverão ter dimensões adequadas, de acordo com as espécies, o número de animais no recinto e o respectivo consumo. Sua localização precisa ser apropriada, isto é, em local com sombra e ventilado. É recomendável que os bebedouros tenham cantos arredondados, superfície lisa e bordos rampados, com iInclinação média de 60º, do bordo para o centro, facilitando e entrada e a salda dos animais, bem como a proteção aos filhotes.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados