Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Peru


Manejo geral

Não devem ser criados junto com outras aves. Só devemos colocar em reprodução aves sadias e de boa procedência, para obtermos aves precoces, resistentes e de maior rendimento. Em pequenas áreas, os perus devem ser criados no chão, mas em galpão, com "cama" de maravalha fina, sabugo moído ou outro material absorvente. As instalações podem ser simples, mas higiênicas. O "verde" (capins, verduras, confrei etc.) não devem faltar para eles.

Para começar a criação, podemos adquirir ovos, peruzinhos de 1 dia, ou aves, dependendo das circunstancias. Cremos que o melhor seja pela aquisição de peruzinhos de 1 dia, já selecionados por especialistas, pois requer menos instalações e menores gastos Iniciais, inclusive na aquisição das aves. O ideal é adquirir os peruzinhos de 6 a 8 meses antes de uma data especial como o natal pois, assim, teremos perus para as festas, reservaremos os destinados à reprodução e ainda poderemos vender os excedentes.

Alimentação

A mais Indicada é com as rações balanceadas e o verde embora, nas criações caseiras, possam ser aproveitados outros alimentos, inclusive os restos de comida (para a engorda).

Postura

É em geral, de 30 a 50 ovos no primeiro ano, chegando a 100 ou 180 nas peruas melhores e precoces, decrescendo em 30% no segundo ano. Os ovos devem ser recolhidos todos os dias, datados, marcados com o número da perua e guardados em locais frescos até serem postos a incubar. Um fator que influi muito na postura é o choco. Para fazer com que as peruas "percam o choco", basta prendê-las em uma gaiola com água e comida, longe do ninho e em poucos dias o choco desaparecerá. Quando a incubação vai ser natural, devemos evitar que mais de uma perua ponha ovos no mesmo ninho.

Engorda

Para que os perus engordem, atingindo maiores pesos, basta prendê-los em pequenos cercados (quando não estão em galpões) e submetê-los a uma alimentação especial, quando atingem 4 a 5 meses de idade, reduzindo o verde e dando ração balanceada para engorda. Podemos dar-lhes, também, milho, outros grãos, raízes de mandioca mansa ou aipim, picados em fatias e cruas, de preferência um dia após serem arrancadas ou outros alimentos como batatas cozidas, farelo de trigo, cevada, aveia, leite desnatado, restos de comida, etc. A engorda dura de 20 a 60 dias. Quando aparecer canibalismo, aumentar o verde e o teor de temas da ração. Os perus comem, em média, desde o nascimento até o abate (28 semanas), 35kg de ração. A ceva rápida é usada em geral, para as raças pequenas, como a Beltsvlle. Os perus desta raça podem ser abatidos com 12 semanas, dando um peso vivo de 2,750 a 3,750kg. As idades para o abate são 26 semanas para fêmeas e machos, antes que nasçam as penas que vão prejudicar a carcaça.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados