Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Gato


Raças

Azul da Rússia

Características

Comprimento de mais ou menos 35 cm. Focinho em “V”. Não se pode definir com exatidão a origem desta raça. Às vezes, o gato azul da Rússia é confundido com o gato de chartreux, embora seu talhe seja bem mais esguio. Ele é classificado na categoria dos gatos exóticos de pêlo curto. O gato azul da Rússia é um animal bastante vivo e dócil, e tem um miado particularmente melodioso.

O corpo deste gato é longilíneo e gracioso. Suas patas são delgadas e o pescoço, fino e ligeiramente curvado. O focinho tem o formato de um “V” e as orelhas, pontudas e estreitas na base, são recobertas por uma pele fina e quase transparente. Os olhos  são amendoados, têm uma cor verde-esmeralda, especialmente, luminosa. A pelagem é lustrosa e densa varia do cinza ao azul.

Silencioso e calmo, é um dos raros gatos que aceita ser conduzido em coleira. É excelente caçador, embora o comprimento de suas patas, às vezes, o atrapalhe.

Gato Birmanês 

Na realidade, ele não é originalmente da Birmânia, mas sim dos Estados Unidos. Seu ancestral é um gato meio siamês, meio malaio, que um médico californiano, apaixonado por genética, trouxe da Birmânia. Depois de algumas tentativas, esse médico obteve a raça atual, fixada definitivamente por volta do ano de 1930. Posteriormente, ele foi introduzido na Europa.

Características

Comprimento de mais ou menos 35 cm; cabeça triangular; o pêlo do gato birmanês é tão fino e macio que ele freqüentemente é chamado de gato-zibelina.

O gato birmanês tem um talhe médio, mas é comprido e elegante. Seu pescoço é longo e magro e, como os siameses, seus pés são ovais. A cabeça geralmente é triangular. As orelhas são retas e abertas na base. A cauda afilada termina às vezes por um leve nó. Os olhos amendoados têm nuanças que vão do dourado ao amarelo-pálido. O pêlo lustroso é marrom-escuro no dorso e vai clareando em direção ao ventre e ao peito. Além de ser mais social que o siamês, o gato birmanês é também mais ágil e afetuoso.

Bobtail Japonês (Vermelho e Branco)

Características

Como o pêlo da cauda desta espécie é mais longo que os pêlos do resto do corpo; a cauda assemelha-se a um pompom, sobretudo quando mantida acima do corpo.

A coloração é uma característica significativa do Bobtail Japonês, sendo que as manchas aparecem na forma escama-de-tartaruga, nas cores pretas, avermelhadas e brancas (conhecidas como Mi-Ke), a predileta. A espécie vermelha e branca também é bem popular. De fato, não há virtualmente restrições à sua coloração, mas as variedades de padronagem são mais comuns do que as cores uniformes. Outras distinções incluem os olhos oblíquos e ovais.

O corpo é de tamanho médio, esguio e musculoso; os olhos retraídos, não salientes, em relação à testa ou aos molares; cauda pompom, flexível na base; pernas dianteiras e ombros formam uma linha reta quando o gato esta de pé; as pernas traseiras visivelmente mais compridas que as dianteiras; o nariz é longo; o pêlo é macio e sedoso e possui pouco sub-pêlo; sua índole é de um animal amistoso.

Gato de Chartreux  

Não se sabe ao certo qual a origem desse animal. Para alguns, ele foi trazido da Àfrica do Sul pelos frades cartuxos, há muito tempo atrás. Para outros, seu nome está associado à cor de pelagem, que lembra o hábito dos frades do mosteiro da Grande Chartreuse, nos Alpes. Para outros, ele teria vindo de Belle-Ile-en-Mer.

Características

Peito largo e musculatura forte; ventre peludo; pêlo curto, lanoso e macio; cor cinza-azulado; olhos de todas as tonalidades, do amarelo-ouro ao alaranjado.
Para ser reconhecido pelos criadores como um autêntico gato de raça, o gato de Chartreux não deve ter um pêlo branco sequer.

O gato de Chartreux apresenta algumas qualidades típicas do cão. Dotado de bom temperamento, ele é ao mesmo tempo brincalhão e tranqüilo, fiel e um bom guardião, quando é preciso. Debaixo da aparência pesadona, ele esconde uma inteligência muito viva. Como os siameses, o gato de Chartreux é bastante apegado ao seu dono.

Este gato, apesar da aparência calma, tem boa disposição para a caça. É um grande inimigo dos ratos de esgoto.

Ragdoll

Em seus primeiros tempos, os Ragdolls tinham a fama de ser insensíveis à dor, o que é inteiramente falacioso; essa crença surgiu quando a fêmea branca original de pêlo longo deu a luz seus filhotes Após ter sofrido ferimentos num acidente de trânsito.

Esses gatos, porém, ficam extraordinariamente relaxados como bonecos de trapo moles (ragdolls em inglês), quando seus donos os acariciam ou os pegam ao colo, e dão ideais gatos de família porque são, usualmente, muito tolerantes com crianças.

Foi concedido reconhecimento ao Ragdoll nos Estados Unidos em 1965 e na Grã -Bretanha em 1983, dois anos após a chegada dos primeiros exemplares a esse país.

A fim de preservar seu tipo e padrões únicos, os Ragdolls são sempre acasalados com outros ragdolls. No bicolor, uma quantidade limitada de branco é permitida no corpo.

Seal Point - Existem atualmente três padrões de coloração, sendo o Seal Point um exemplo da variedade Colourpoint. Os point Azul, Point Chocolate e o point Lilás são idênticos em suas manchas, diferindo simplesmente na respectiva coloração. Os Ragdolls são gatos grandes e levam cerca de três anos para atingir o tamanho e a coloração total do adulto.

A cabeça é grande e triangular, como o topo do crânio chato e focinho arredondado. A pelagem é comprida no tempo frio e tem uma muda o verão. As fêmeas são menores e de cor mais clara que os machos.

Mitene Azul - Semelhante à forma colourpoint equivalente, o ragdoll mitted distingue-se pelas "mitenes" (daí sua designação) de cor branca nas patas dianteiras; as mitenes devem igualar-se no tamanho e não ir além do ângulo da pata e da perna. As "botas" brancas traseiras continuam até os jarretes; peito e ventre, desde o pescoço à cauda, também são brancos.

Seal Point Bicolor - A pelagem branca do peito, ventre e patas não pode estender-se às áreas marrons. A coloração dos olhos é azul-escura. O corpo é longo e musculoso, com peito amplo e pescoço curto e reforçado. A forma "V" na face é uma característica importante.

Gato Persa Branco 

Um gato persa branco, que se acredita ser de origem chinesa, tinha primitivamente olhos azuis A maioria dos animais era atacada por uma surdez hereditária, aparentemente ligada à cor azul dos olhos. Por esta razão, já há vários anos, os criadores desse gato têm procurado desenvolver uma nova variedade: o persa branco de olhos alaranjados, que não apresenta o problema da surdez.

Características

A pelagem dos gatos brancos de pelo longo é particularmente frágil e difícil, de cuidar. Como poucos gatos gostam de água e sabão, os gatos brancos freqüentemente parecem Ter a cor amarela. Mas isso é apenas por causa da sujeira. Por outro lado, não é aconselhável expor esses animais à umidade e ao frio. Por isso, o melhor é usar xampu especialmente para limpá-los.

A pelagem do gato persa branco é macia e sedosa, alvíssima. Ele tem o corpo rechonchudo, as patas fortes e curtas. A cabeça é redonda e das orelhas saem tufos de pelos. Os olhos, grandes e redondos, podem ser azuis, safira ou alaranjados.

Gato Sagrado da Birmânia 

O gato sagrado da Birmânia descende dos animais antigos gatos criados nos templos budistas. Segundo a lenda, existia num templo um gato branco, de pelo comprido, que era o fiel companheiro de um sacerdote. Quando este morreu, assassinado por invasores, o gato pulou para cima do corpo de seu dono e aí ficou, para evitar que alguém se aproximasse. Nesse momento, sua pelagem foi ficando cor de creme. Os olhos dourados tornaram-se azuis e as patas, nariz, orelhas e cauda, azuis - cinzentos. Apenas os quatro pés, que estavam em contato com o corpo do defunto, permaneceram brancos. Depois disso, todos os outros gatos criados nos templos ficaram iguais a ele.

Características

A cabeça do gato sagrado da Birmânia é grande e perfeitamente redonda. O seu comprimento é de 35cm; o nariz é curto, mas não achatado, e os olhos azuis e redondos são ligeiramente frisados no ventre e as patas sempre "enluvadas" de branco.

Esses gatos são sociais e muito inteligentes, e tem uma vantagem sobre os siameses: não são ciumentos.

Scottish Fold

Em 1951, apareceu um filhote com orelhas dobradas numa ninhada que nasceu de uma gata de fazenda. Originários das cercanias de Coupar Angus, na Escócia, esses gatos tornaram-se desde então conhecidos como Scottish Folds ("Pregas Escocesas"). A gata original, chamada Susie, deu à luz um outro filhote branco, também de orelhas dobradas. Foi então que um pastor local, chamado William Ross, decidiu estabelecer toda uma nova raça com as características orelhas dobradas. Começou com esse filhote, que foi chamado Snooks.

Características

As orelhas dobradas estão dirigidas para frente, mas, como as abas também estão dobradas para baixo, as pontas das orelhas apontam na direção do nariz, mas não provocam infecções. Uma característica menos marcante da raça nos dias de hoje são as pernas curtas e grossas, devido aos cruzamentos com outras raças de gatos.

A aparência destes gatos atrai enorme interesse, embora, ironicamente, sejam hoje, muito mais comum fora da Grã-Bretanha do que em sua pátria escocesa. Isso ocorreu, em grande parte, porque a raça não era reconhecida pela GCCF, com o resultado de atrair pouco interesse por parte dos criadores do Reino Unido.

Neste caso, a coloração azul pode variar entre o tom claro e o tom mais forte, dependendo do gato, e contrasta com as áreas brancas da pelagem. O pêlo azul pode ficar levemente marrom antes de uma muda. As formas bicolores do Scottish Fold tendem a ser as mais populares, sobretudo quando há um bom contraste em coloração. Esta raça foi aceita para registro nos Estados Unidos em 1973 e pela CA da Grã-Bretanha em 1984.

Os scottish folds são companheiros ideais, muito dóceis e geralmente tolerantes com outros animais de estimação, inclusive cães. Devem apresentar a mesma face arredondada de seus congêneres de pêlo curto, com as orelhas de tamanho médio caídas sobre os lados da cabeça, lembrando um gorro. Há um ligeiro stop no nariz, e os olhos grandes e redondos realçam a natureza amistosa destes gatos.

As áreas coloridas do pêlo devem ser bem distintas e não misturadas com o pêlo branco. a características pelagem de comprimento médio está afastada do corpo.

Aproximadamente duas semanas são necessárias para que as orelhas de um filhote de Scottish Fold comecem a ficar dobradas.

Gato Siamês

Foi na Tailândia (antigo Sião) que os ocidentais viram esses gatos pela primeira vez. Eles ficavam cuidadosamente protegidos no palácio real de Bangkok. Foram levados para a Inglaterra em 1884 e daí se espalharam para outras partes do mundo.

Características

Patas traseiras mais compridas que as patas dianteiras; olhos azul-escuros e oblíquos; pelo fino, curto e brilhante. O período de gestação é  62 a 66 dias, nascendo de 3 a 6 gatinhos por cria.

A elegância do corpo e a graça dos movimentos conquistaram para o siamês o título de príncipes dos gatos. Mas é o miado desagradável e a personalidade incomum que realmente o distinguem. Em relação ao dono, ele se comporta mais como um cão do que como um gato. Adora ser acariciado e pode passear atado numa coleira. É fiel e ciumento. Mas, como todo gato, ele às vezes age de modo estranho. Num instante, é capaz de passa da maior frieza às mais vibrantes expressões de afeto.

As fêmeas requerem cuidadas especiais. No cio, ela fica quase histérica. Pode rolar pelo chão, gemendo, ou correr pela casa, rasgando e arranhando tudo o que encontrar pela frente. Ela deve acasalar mais cedo possível. Um mês depois do acasalamento, suas tetas começam a inchar e os filhotes podem ser sentidos em seu ventre. Eles nascem brancos e vão mudando de cor à medida que crescem.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados