Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Eqüino


Parasitas

Parasitas Internos no organismo eqüino - endoparasitos

Medidas que devem ser tomadas:

- higiene da égua que é utilizada pelo rebanho;
- construção de bebedouros de alvenaria; quando for possível, substituir as águas naturais;
- evitar áreas demasiadamente úmidas para a formação de pastagens;
- combate aos insetos de modo geral;
- aplicação de verminoses somente após o exame preciso de fezes e sujeitos à observação de profissional habilitado;
- solicitação de exame "post-morten" para verificação e constatação das causas e especificidades da morte do animal;
- submeter à dosagem de vermífugos ou vermicidas ao controle do veterinário.

Parasitas Externos ao Organismo Eqüino - ectoparasitos

Medidas que devem ser tomadas:

- rotação de pastagens;
- lotação adequada por unidade de área;
- utilizar rodízio de fórmulas e princípio ativo das substâncias aplicadas à desinfecção dos animais, evitando desta maneira, o aparecimento de parasitas resistentes;
- regra geral, o combate aos ectoparasitos, principalmente os carrapatos é feito pelo método de aspersão, isto é, borrifação do animal com água misturada à carrapaticida, de preferência em local diferenciado aos de uso comum dos animais;
- os carrapaticidas são preparados químicos extremamente tóxicos, portanto, devem ter utilização estrita dentro das especificações da bula;
- especial atenção também deve ser dada ao espaçamento entre estas aplicações as quais devem ser proporcionais ao estado de infestação dos animais;
- cuidado especial deve ser dado também, em relação as conchas auditivas - orelhas dos equinos pois esta região é preferida pelos parasitas, sendo preferível utilizar carrapaticida em pó, para não entrar água no pavilhão auditivo do animal.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados