Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Bovino de corte


Braford

Generalidades

A raça braford surgiu na Flórida (EUA), em 1964, pelas mãos do criador Alto Aclame, que cruzou zebuínos brahman com animais hereford, buscando obter maior produção de carne e rusticidade. Lá o sucesso foi imediato e já em 1969, era criadas a American Braford Registry, com uma expansão da raça que atingia, além da Flôrida, os estados americanos de Texas, Arkansas e Geórgia.

No Brasil, a história da raça começa em 1967, quando o criador Rubem Silveira Vasconcellos, de Rosário do Sul (RS), importou zebuínos brahman americanos para cruzar com vacas poll hereford.

Características

O macho braford é extremamente fértil, viril e precoce, adaptando-se muito bem às condições de reprodução a campo. Detentor de excepcional massa muscular é incomparável na missão de produzir terneiros, e supera os 800 kg em estado rústico e 1200 kg a galpão. É capaz de transferir os gens de precocidade, fertilidade, temperamento dócil e qualidade de carne do hereford e rusticidade e rendimento de carcaça dos zebuínos.

Fêmeas braford são precoces e férteis. Esta matriz tem comprovado potencial de entrar em reprodução, totalmente a campo, aos 18 meses de idade. Com peso médio adulto, entre 450 a 500 kg, apresenta excelente facilidade de parto e habilidade materna, desmamando entre 4 e 6 meses, terneiros que podem ter mais de 50% do seu peso.

O novilho braford é muito precoce na terminação, podendo ser abatido entre 18 e 24 meses de idade (novilho precoce) com carcaça bem conformada, bom perfil muscular, alto rendimento de cortes comestíveis e, o mais importante, com cobertura de gordura que garante a boa conservação das características de sabor e suculência, quando no resfriamento em armazéns frigoríficos.

Padrão da raça

De um modo geral, a raça apresenta pêlo curto e lustroso. A pelagem é vermelha em todas as suas variações no grau 3/4 zebu admitem-se todas as tonalidades. Os testículos, além da normalidade anatômica, nunca devem medir menos de 33cm de circunferência, sendo o prepúcio de tamanho médio ou curto. Aprumos bem implantados, sendo indesejáveis a perna reta. Nas fêmeas as tetas são de tamanho médio. Quanto ao desenvolvimento e conformação, estes variam de individuo, em relação aos seus contemporâneos e conforme as condições ambientais onde são criados. Discriminam-se animais muito altos.

Cruzamento industrial

A raça tem aceitação dos 3/8 ou de gens zebuínos, que garante adaptação plena ao meio ambiente e eis de criação, desde regiões tropicais mais frias, exclusivamente braford surge para aproveitar a precocidade, a velocidade de ganho de peso e a capacidade de terminação hereford, com a resistência e capacidade dos zebuínos de transformar forragens grosseiras em proteínas. Essa raça herdou do zebuíno, adaptação aos trópicos, resistência aos ectoparasitos, rusticidade, rendimento de carcaça e fertilidade. Do hereford, fertilidade, habilidade materna, precocidade, temperamento dócil, volume e qualidade de carne.

Toda esta seleção de características ainda é incrementada pelo beneficio indiscutível da heterose, que qualifica ainda mais o produto. Na condição de bovino sintético, todos os graus de sangue são considerados como formadores de raça, 1/2 - 1/4 - 3/4 - 3/8 - 5/8. Isto facilita a decisão de novos adeptos à raça braford, pois touros de todos os graus de sangue podem ser usados na reprodução, dependendo apenas da composição genética desejada pelo criador.

As vantagens do cruzamento genético (brahman x hereford) são predominantes da raça no Rio Grande do Sul. Entretanto, uma ação articulada pela Associação Brasileira de Criadores de Hereford e Braford (Bagé/RS) está expandindo a fronteira desta raça sintética e vem ganhando adeptos no Centro-Oeste brasileiro, que utilizam o braford em programas racionais de cruzamento.

Cruzamentos com os zebus (principalmente nelore) proporcionam ganhos graças aos benefícios da heterose (vigor híbrido): a heterose acontece quando ocorrem cruzamentos entre animais puros de diferentes raças.

Ganho de peso

A Associação Brasileira de Criadores de Hereford e Braford realiza, em conjunto com a Fundação de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Sul, testes de avaliação a campo nesses animais. Durante nove metes, os terneiros são submetidos a exames e pesados a cada 28 dias, o que permite avaliar o nível de ganho de peso de cada indivíduo. Segundo afirma o veterinário Pedro Brasil, um dos responsáveis pelas avaliações, a finalidade do teste é selecionar os terneiros que vão transmitir suas características à sua progênie, que também será criada em campo nativo.

Melhoramento genético

O melhoramento genético é um dos pontos fundamentais na criação de bovinos de corte, pois somente com animais de qualidade comprovadamente superior, selecionados através de programas bem orientados, é que poderá alcançar competitividade necessária. O Programa de Melhoramento de Bovinos de Corte (Promebo) acontece através da comparação, bases justas, dos desempenhos produtivos do maior número de indivíduos da raça; do mesmo modo como é feito pelos mais importantes programas a seleção existentes no mundo. O Programa desenvolvido pela ANC "Herd Book Collares" (RS), controla anualmente mais de 12.000 animais raça hereford e outros 5.000 braford num total de 50 rebanhos, tendo cadastrado, em 24 anos de trabalho um número superior a 100.000 registros destas duas raças. No Brasil, quem cuida desses registros é a Associação Brasileira de Hereford Braford.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados