Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Bovino de corte


Parasitas

Controle de parasitas externos (ectoparasitos)

Carrapato

Agente etiológico: Boophilos microplus.
Sintomatologia: Infestação causando problemas nas mais diversas ordens.
- Ação hematófaga (espoliadora) e toxinas;
- Tristeza parasitária;
- Danos ao couro.
Profilaxia: Aplicação de carrapaticidas de acordo com o grau de infestação e ou com intervalos de no máximo 21 dias.

Tristeza: (Babesiose ou Piroplasmose e Anaplasmose)

Agente etiológico: Babesia sp e Anaplasmose sp (hemoplasitas - Protozoários);
Sintomatologia: febre elevada, inapetência, para de ruminar, lacrimejamento, icterícia e anemia.
Tratamento: Babesiose: ganaseg ou similares; Anaplasmose: tetraciclinas;
Observação: devem ser ministrados protetores hepáticos e ferro injetável; os animais em regiões de incidência devem ter contato constante com o carrapato (o carrapato deve ser controlado e não eliminado do animal) para manter a imunidade contra tristeza.

Berne

Agente etiológico: Dermatóbia Hominis.
Sintomatologia: as larvas se desenvolvem na pele causando miíaze furunculosa, verificando-se nódulos com orifício na pele.
Profilaxia: aplicação de bernicida de acordo com a infestação.

Bicheira

Agente etiológico: Cochiliomya hominivorax.
Sintomatologia: as larvas se desenvolvem na pele causando miíaze, comumente no umbigo dos bezerros, assim como nos locais parasitados por bernes e lesões na pele.
Profilaxia: corte e desinfecção do umbigo, curativos em lesões da pele. Tratamento no caso de bicheira instalada.

Controle de parasitas internos (endoparasitos)

Verminose

Agente etiológico: Vermes Gastrointestinais e Pulmonares (helmintos, cestodeos, trematódeos e nematódeos).
Sintomatologia: emagrecimento progressivo, mucosas pálidas, anemias, pêlos arrepiados e sem brilho, lacrimejamento constante, diarréia constante e abdômen desenvolvidos, papeira e tosse.
Profilaxia: aplicação de vermífugos de amplo espectro
Em animais adultos: no caso de fêmeas, duas vermifugações anuais, sendo uma antes da parição e outra logo após a parição. No caso de machos, duas vermifugações anuais, na primeira quinzena de maio e outubro.
Animais em cria: 4 vezes ao ano, primeira quinzena de maio, julho, setembro e dezembro.
Animais em aleitamento: idem uma vez por mês ou pelo menos a cada dois meses.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados