Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Irerê


Iniciando a criação

Para iniciar uma criação de irerês, é necessário possuir uma propriedade grande, de preferência que possua grandes lagos ou brejos. O tamanho da área deve ser de, no mínimo, dois mil metros de extensão.

Os irerês são muito sociáveis e costumam viver em bandos, mas ainda não foi possível sua criação em cativeiro, pois apresentam dificuldades de reprodução. Na natureza, costumam viver em lagos, rios, lagoas e às vezes, no litoral. Para quem pretende criar e comercializar esta ave, o ideal é construir suas instalações imitando ao máximo ser habitat natural. Assim, ela mesma fará o seu próprio ninho para chocar.

Os irerês são monogâmicos, ou seja, escolhem apenas um par para a reprodução e se mostram muito atenciosos durante o acasalamento. O número de ovos a cada postura varia entre quatro e dez e o tempo de incubação dura cerca de 27 e 29 dias. Os ovos são incubados por ambos os pais, assim como o cuidado com os filhotes. Estes nascem revestidos de densa penugem e assim que se secam já estão aptos para nadar.

Há um sincronismo muito interessante no nascimento dessas aves. Elas dependem de um sistema de comunicação entre os filhotes ainda no ovo e os pais que a chocam.

O irerê, assim como todas as outras aves de sua família, mudam simultaneamente as penas uma ou duas vezes por ano, ficando incapacitado de voar. Nesta época, o produtor deve ficar atento, pois as aves se tornam vulneráveis a qualquer perseguição, necessitando de proteção absoluta. Este período dura cerca de três a quatro semanas.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados