Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Irerê


Generalidades

Rústico e ornamental, o irerê é caracterizado por ser uma ave totalmente selvagem e aquática. Para cria-lo, é necessário que seja em regime de semiliberdade, em propriedades grandes que possuam brejos ou lagoas. Sua criação no sistema de confinamento ainda não foi possível devido à dificuldade de reprodução em cativeiro.

A ave anseriforme, da família dos anatídeos, conhecida também pelos nomes de marreca-do-pará, marreca-apaí, marreca-piadeira, marreca-viúva, paturi, iriri, ou irerê. Seu nome cientifico é Dendrocygna viduata. Vive nos rios e lagoas da África tropical, Antilhas, América do sul. É encontrada em quase todo o território brasileiro e costuma se deslocar das regiões tropicais até a Argentina e Uruguai.

Esta ave é reconhecida por possuir um porte reto, com pernas e pescoço compridos. Chega a medir quarenta e cinco centímetros de comprimento. Têm a cabeça e garganta branca, coloração geral ruivo-castanha e parte superior do pescoço preta.

O irerê, cujo nome é onomatopéico, ou seja, imita o som natural da ave, tem um grito que mais parece um assobio. É uma das vozes mais conhecidas deste país. No entanto, a voz do macho se ouve apenas num período muito curto durante o acasalamento. Nada muito bem e pode ser facilmente domesticado. Porém, as instalações devem ser feitas imitando ao máximo se habitat natural.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados