Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Melancia


Pragas e Moléstias

Os pulgões é a principal praga das melancias, mas a vaquinha, larva-minadora e lagarta-rosca também podem ocorrer. As moléstias mais comuns são a antracnose, o oídio, a murcha e a fusariose.

É preciso uma inspeção, constante e ao primeiro sinal de aparecimento da praga, agir sem perda de tempo.

A própria planta denuncia o aparecimento dos pulgões, enrolando as fôlhas novas, que são por eles preferidas.

Para o combate usa-se o sulfato de nicotina a 40%, será dissolvido à razão de um e meio por mil e mais (0,5%)meio por cento de sabão, preferivelmente sabão de cinza, que pode ser substituído por “leite de cal”, fornecido pela queima de meio quilo de cal viva.

Como os pulgões se localizam embaixo das folhas, é preciso que o inseticida atinja essa parte. O resultado do trabalho depende exclusivamente da habilidade e do cuidado de quem aplica o inseticida. Dois dias depois, examinam-se os pontos pulverizados e se necessário, repete-se a operação.

Pode-se também conseguir uma solução nicotinizada com um quilo de fumo ordinário ou dois quilos de folhas secas de fumo. Seja um ou outro o material empregado, deve ser reduzido a pedaços miúdos que serão merguhados em dez litros de água, aí permanecendo doze horas em maceração. Completa-se então, o volume para 100 litros, adicionando-se meio quilo de sabão ou leite de cal.

A antracnose deve ser prevenida desinfetando as sementes antes do plantio, no entanto, depois de nascidas as palantas, aplique calda bordaleza a cada 10 dias, preventivamente.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados