Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Cará


Variedades

Felizmente já se conta com variedades altamente resistentes a enfermidades. Entre elas está a variedade “Flórida”, recebida de Porto Rico, que, comparada experimentalmente, com as melhores variedades aqui existentes, ainda mostrou possuir, além da alta resistência à “requeima”, grande superioridade quanto à produção e ao tipo dos tubérculos.

As variedades mais cultivadas são:

A variedade “Caipira”: produz tubérculos de má aparência, mais ou menos arredondados e geralmente desuniformes. A casca é áspera e normalmente mais escura que a da variedade “Mimoso”. Pela rama é muito difícil distinguir as duas variedades, a não ser pelo fato de a variedade “Caipira”, apresentar as pontas das ramas de cor mais clara, de um verde mais amarelado. Essa variedade tem ainda o inconveniente de produzir grande quantidade de pequenos e imprestáveis tubérculos aéreos nas axilas das folhas. O cará “Caipira” deve, pois, ser substituído por variedades superiores nas culturas comerciais.

A variedade “Mimoso”: introduzida em São Paulo há dezenas de anos, por imigrantes portuguêses, apresenta-se ainda com outros nomes, como: cará “Amarelo”, cará “Cova”, cará “Inglês” etc. Dela foi possível separar, depois de alguns anos de seleção, entre outros, dois tipos bem diferentes pela forma dos tubérculos: um de tubérculos compridos, e geralmente com um pescoço afilado, e outro de tubérculos curtos, mais ou menos ovóides e sem o pescoço afilado. Este segundo tipo apresenta a vantagem de formar os tubérculos a menor profundidade no solo, o que facilita a colheita. O cará “Mimoso” tem-se mostrado muito sensível a requeima”, motivo pelo, qual é aconselhável substituí-Io por variedade mais resistente, como o “Flórida”.

Cará “Flórida”: Dentre cerca de 50 variedades, procedentes de vários Estados brasileiros e de diversos países deste e de outros continentes, algumas vêm-se mostrando bastante promissoras. A variedade “Flórida”, por exemplo, revelou-se de grande valor. Seus tubérculos são de ótimo tipo para o mercado, uniformes, alongados, mais ou menos ovóides, de casca lisa e muito bonitos. Sua grande resistência à “requeima”, mal que pode dizimar as culturas das variedades comuns, aumenta-lhe notaveltnente o valor. O cará “Flórida” é de ciclo relativamente curto.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados