Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Brócolis


Plantio

A transplantação das mudas de couve-flor e brócolos, do canteiro da semeadura para o local definitivo, é realizada a mão. Existem máquinas equipadas com injetores que aplicam pequena quantidade de água em cada planta.

O espaçamento, entre as fileiras de plantas, varia de 0,70 a 1,20 m e a distância das plantas, na fileira, apresenta variação de 0,40 a 0,80 m. de acôrdo com o tamanho que atinge a variedade ou linhagem.

Para os brócolos “Ramoso” e “Cabeça-Jundiaí” o espaçamento é de 1,00m por 0,50 m.

As mudas, ao serem transplantadas, devem ter 6-7 fôlhas definitivas, o que se dá 30 a 36 dias após a semeadura para as variedades de brócolos “cabeça-Jundiaí” e “Ramoso”. As mudas precisam ser retiradas do canteiro, com o máximo de terra aderida às raízes, para se conseguir isso, irriga-se o canteriro antes de arrancá-las. A fim de tornar a muda resistente à saca e melhorar a porcentagem de pegamento, convém não irrigar o canteiro definitivo dois dias antes do transplante.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados