Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Alface


Adubação

Fazer a seguinte adubação, 8 a 10 dias antes da semeação:

- Esterco de curral bem curtido..........................................................8kg/m2
- Adubo químico 10-10-10.................................................................100g/m2

Semear em pequenos sulcos espaçados de 10cm. no sentido da largura do canteiro, colocando as sementes a uma profundidade de 0,5cm., cobrindo-as em seguida com a terra do próprio canteiro. Depois dessa operação, cobrir todo o canteiro com um pano ralo, palhas dos arrozais ou capim seco, sem sementes. Retirar a cobertura ao se iniciar a germinação. Regar diariamente, desde a semeadura. Cada metro quadrado de canteiro deve levar 2,5 a 3,0g, sendo preciso 500g/hectare de semente, com germinação média de 70%.

Para terras de fertilidade média, a adubação aconselhável, no local definitivo, é a seguinte:

- Esterco de curral bem curtido............................................................8kg/m2
- Adubo químico 10-10-10..................................................................100g/m2

O salitre deve ser aplicado, preferivelmente, dissolvido na água da irrigação, aos 10, 20, 30 e 40 dias após o transplante, um quarto da quantidade em cada aplicação. A dissolução será feita na proporção de 10g do sal para 10 litros de água, por metro quadrado de canteiro. Logo após essa operação, é aconselhável irrigar bem as plantas com água limpa, a fim de retirar das foIhas as partículas de adubo aí depositadas.

O salitre também pode ser empregado em cobertura, em quatro vezes, tal como acima recomendado. Nesse caso, sua aplicação será feita em faixas entre as linhas da plantação, escarificando em seguida a terra, levemente, sempre que possível.

O esterco de curral e o superfosfato deverão ser incorporados ao solo, 8 a 10 dias antes do transplante das mudas. O esterco de curral poderá ser substituído pelo “composto”, na mesma quantidade, ou por esterco curtido de galinha, na terça parte.

Transplantar as mudinhas de 25 a 30 dias após a semeação, quando as mudas atingirem a altura de 8 a 10cm e tiverem de 4 a 6 folhas verdadeiras. É aconselhável não irrigar os canteiros de semeação na véspera do transplante, para não encharcar as mudas. Porém, irrigar no momento do transplante, a fim de facilitar o arrancamento das mudinhas.

As mudas serão plantadas nos canteiros definitivos, com auxílio do plantador, adotando os espaçamentos de 0,25 x 0,25m ou 0,25 x 0,30m para as variedades de cabeça crespa, como a “Great Lakes”, cuja planta é mais volumosa.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados