Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções


Manejo sanitário

Em geral as rãs são animais bastante resistentes a quando criadas com o emprego das técnicas recomendadas, dificilmente ficam doentes. Pode-se dizer que o aparecimento de doenças nos ranários derivam do manejo incorreto dos animais e a introdução de agentes patogênicos.

Entende-se por manejo incorreto a má alimentação dos animais, instalações e condições ambientais inadequadas e manuseio incorreto. Esses fatores agindo em conjunto ou separadamente causam stress nos animais diminuindo as suas defesas naturais, tornando-os mais suscetíveis às doenças. A introdução de agentes patogênicos nos ranários pode se dar através de anmais de origem desconhecida ou através dos próprios funcionários ou visitantes.

A ocorrência de doenças pode ser evitada tomando-se os seguintes cuidados: - Alimentar os animais corretamente, tanto sob e aspecto quantitativo como qualitativo;

- Criar os animais em ambiente adequado, controlando a qualidade da água, verificando se as instalações estão bem acabadas (ausência de cantos vivos, piso muito áspero, etc), realizando periodicamente a limpeza a higienização dos tanques, retirando sobras de ração, uti1izando as densidades recomendadas e observando se a temperatura ambiente está dentro dos limites recomendados.
- Manusear os animais com cuidada, fazendo os serviços com calma para não assusta-los, evitar golpes bruscos ou amontoá-los em numero excessivo em recipientes;
- Para introduzir novos animais no ranário, deixa-los de quarentena a fim da ver ficar se realmente estão sadios.
- Utilizar um pedilúvio na entrada do ranário e conscientizar os funcionários que nele trabalham, da importância de se adotar todas as medidas possíveis para se alcançar um bom padrão de higiene.

Assepsia

Com relação à limpeza das instalações o que usualmente se faz é esgotar as piscinas e com auxilio de vassouras ou escovas retirar todas as sujeiras e em seguida enxaguar com bastante água, fazendo-se a mesma com o piso quando se tratar da tanques de engorda. Para o caso do aparecimento de alguma doença, deve-se realizar uma desinfecção geral com o emprego de substâncias como cloro, cal, sal grosso (salmoura) ou ainda utilizar a vassoura de fogo (maçarico).

Os animais doentes devem ser separados e tratados e mentidos em observação. Os animais mortos devem ser removidos, incinerados ou enterrados em local apropriado. O tratamento de doenças, com a utilização de medicamentos, requer a orientação de um técnico capacitado e nem sempre é eficiente, além de ser muito caro.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados