Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Piscicultura


Preparo dos tanques

A correção e adubação dos viveiros devem atender as exigências e recomendações das análises.

Calagem

Operação promovida para corrigir a acidez do solo e água dos viveiros. Antecede a adubação e deve ser feita com o viveiro vazio. Eleva as reservas alcalinas favorecendo a produção de plânctons. Podem ser utilizados, para a calagem, a cal virgem, a cal hidratada ou o calcáreo agrícola. Também pode combater as plantas aquáticas daninhas, usadas como forma de expurgo dos tanques/viveiros.

Adubação

Sua finalidade é aumentar o desenvolvimento do plâncton.

Adubação química

Os mais recomendados são aqueles que visam corrigir as deficiências de fósforo e nitrogênio (elementos mais deficientes nas águas). Os mais usados são:

SS/S Triplo = 10 - 20 kg/ha/mês
S.A. = 10 - 15 kg/ha/mês
KCL = 5 - 10 kg/ha/mês

Adubação orgânica

São mais recomendadas em função de sua maior disponibilidade e menor custo. As dosagens de aplicação variam de acordo com a espécie de peixe e tamanho. Espécies planctofagas necessitam de constante adubação para incentivar a produção de plâncton. Estercos curtidos além da função de adubação, melhoram as propriedades físicas do solo. Para quando não se fornece rações, está se limitando naturalmente a quantidade de peixes que será produzida, mas por outro lado, está se reduzindo drasticamente os custos de produção porém, isso não significa maior lucratividade.

Os estercos que podem ser utilizados são dejetos de outros animais, como por exemplo, esterco de gado, cavalo, suíno, ovelha ou até cama de frango.

As quantidades podem variar muito e fica muito difícil saber o quanto colocar, seria inviável fazer sempre análises de água ou do esterco utilizado, e teria que ser mesmo por uma técnica conhecida como tentativa e erro. Para facilitar ao produtor, vamos apresentar algumas estratégias de fertilização orgânica adotadas em psicultura:

- bovino, cavalo e ovelha --> 1000 kg por ha/semana

- frango, pato e suino --> de 600 a 800 kg por ha/semana

Vale lembrar que esses dados são para criações onde não se alimentam os peixes, mas sim, produz-se fitoplancton e zooplancton para que eles se alimentem.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados