Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Mamona


Clima e Solo

Clima

A mamona é planta que vegeta bem nas regiões tropicais, sendo, portanto, cultura de clima quente e úmido. É necessário que a distribuição do calor e umidade seja uniforme e conveniente, durante todo o período vegetativo da planta. A regularidade das chuvas no início da vegetação e no desenvolvimento das plantas é fator que contribui para o sucesso da cultura. Quando falta umidade no solo as sementes têm pouco peso e baixo rendimento em óleo, mesmo tratando-se de variedades produtivas, o que se observa por ocasião de secas. Isto não quer dizer que a cultura deva ser instalada em terrenos sujeitos a alagamentos ou má drenagem, pois a planta é bastante sensível à asfixia das raízes.

Ao se iniciar o período em que os frutos começam a ficar maduros, é desejável que as chuvas sejam mais espaçadas, contribuindo para um melhor processo de maturação. Os períodos de seca prolongados após a geminação são sempre perigosos ocasionando não somente irregularidades no desenvolvimento, como também em muitos casos, o definhamento das plantas ainda não completamente desenvolvidas.

Como já foi dito acima, para boa vegetação da planta, são necessárias temperaturas elevadas. Para um bom crescimento e maturação necessita temperaturas entre 25 e 30ºC, pois quando o calor não é bastante a mamoneira perde o seu valor industrial, quase nada produz, a despeito de apresentar boas condições de vegetação.

Solo

Afirma-se mesmo que o teor de óleo das sementes varia de acordo com a soma de calor recebido pela planta. As grandes altitudes também são desfavoráveis ao rendimento industrial das sementes.

Sempre que possível deve ser evitada a instalação da cultura nas faces sujeitas a ventos fortes e em regiões de clima mais frio, o que resultaria numa baixa produtividade e insucesso econômico.

Por ser comum ver-se uma planta de mamoneira vegetando em qualquer solo, é considerada cultura de terras fracas, reservando-se as terras esgotadas ou mais pobres da fazenda para o seu cultivo.

Quem assim age está fadado a conhecer o insucesso, pois a mamoneira é planta esgotante e exigente em elementos nutritivos, embora o seu abundante sistema radicular provoque um arejamento nas camadas do solo, resultante do melhoramento das propriedades físicas. É preciso lembrar que os terrenos pobres e cansados não servem para a mamona porque não dão resultado econômico, pois ao lavrador não é interessante ter somente folhas e galhos e sim cachos e frutos.

Os solos profundos e permeáveis com boa fertilidade natural e pH próximo de 7,0 (entre 5,8 e 6,5), propiciam boas condições à cultura resultando em bom resultado econômico.

Preparo do solo

Como em todas as outras culturas, a mamoneira é planta que agradece um preparo esmerado de solo.

Um solo bem preparado depende das condições locais, das disponibilidades econômicas do agricultor, do seu grau de conhecimento. Não resta a menor dúvida que o advento da mecanização da lavoura é indispensável na agricultura moderna, pois poupa tempo, conseqüentemente dinheiro e promove condições favoráveis à melhor produção e maiores lucros.
Esta operação é básica na cultura da mamona e tão importante que em alguns países produtores pratica-se três vezes a lavra mecânica. Devido ao seu sistema radicular profundo as arações devem ser também profundas, com 15 a 20cm de profundidade e com a maior antecedência possível, sendo desejável uma segunda aração próxima da época do plantio. O destorroamento do terreno deve ser perfeito, com gradagens cruzadas. Se necessário convém completar a operação com o uso de equipamentos auxiliares como pranchões e grades de dentes.

O objetivo principal destas operações é facilitar à planta a constituição de sistema radicular amplo e vigoroso, eliminar a concorrência de ervas daninhas, no máximo na primeira fase do desenvolvimento quando a sua ocorrência é grandemente prejudicial.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados